sábado, 15 de junho de 2013

Quando?!


Quando é que vais começar a lutar por aquilo que realmente queres?
Quando é que vais pedir desculpa a quem deves?
Quando é que começas a colocar o teu orgulho para trás das costas?
Quando é que vais agradecer por cada suspiro que deres?
Quando é que vais começar a valorizar quem tens do teu lado?
Quando é que vais (re)começar a sorrir?
Quando é que vais dar uma oportunidade a quem realmente merece?
Quando é que vais olhar para aquela pessoa e chegar à conclusão de que ela vale a pena?
Quando é que vais começar a olhar primeiro para os teus erros e depois para os erros dos outros?
Quando é que vais começar a acreditar em ti?
Quando é que vais começar a corrigir os teus defeitos?
Quando é que vais começar a reciclar as mágoas e os ressentimentos?
Quando é que vais ser sincero com o teu coração e com as pessoas que gostam de ti?
Quando é que vais ouvir a voz do teu coração?
Quando é que vais começar a cumprir o que prometes?
Quando é que vais começar a dar valor à tua vida?

Nós não sabemos quanto tempo temos ainda para alcançarmos algo, para dizermos ou fazermos alguma coisa. E no entanto, passamos a nossa vida a adiar os compromissos, as datas, os encontros, as conversas, as reuniões, os jantares... E fica tanto por dizer, tanto por fazer...
A verdadeira razão pela qual passamos a nossa vida a "deixar para amanhã o que poderíamos fazer hoje" é que, na verdade não nos sentimos preparados e não queremos sofrer. E no entanto, sem nos apercebermos, podemos estar a perder a nossa felicidade. É importante termos pressa para sermos felizes, pois não sabemos quanto tempo nos resta. Por isso, para quê esperar mais? Para quê adiar mais? 
Se estivermos à espera de nos sentirmos preparados e confiantes, então vamos esperar toda a nossa vida. Vale a pena arriscar por quem merece, por quem nos fez sorrir; vale a pena acreditarmos em nós; vale a pena ouvirmos a voz do coração; vale a pena fazermos o "processo de reciclagem"; vale a pena valorizarmos o outro.... "Tudo vale a pena se a alma não é pequena."



Não sabes quanto tempo te resta, por isso:
Ama, hoje e agora; sorri, hoje e agora; perdoa e agora, hoje; agradece, hoje e agora; sê feliz, hoje e agora; valoriza a vida e quem te ama, hoje e agora; acredita em ti, hoje e agora; recicla as mágoas e os ressentimentos, hoje e agora; dá oportunidades, hoje e agora. Não esperes mais, porque aquela famosa frase "um dia pode ser tarde demais" é bem verdade; um dia, pelas mais variadas razões, podes não ter tempo... 
Não adies, não esperes. Hoje é o momento, hoje é presente.



"Aproveitem a vida e ajudem-se uns aos outros. Apreciem cada momento. Agradeçam e não deixem nada por dizer, nada por fazer." (António Feio)

mariajoãoguedescastanheira

5 comentários:

  1. Obrigado minha querida :')

    Este texto é tão a tua cara, como de resto o são todos aqueles que escreves! Esta tua alegria e vontade de viver é uma fonte inesgotável de inspiração para quem, como eu, teve o prazer de se cruzar contigo. Tens toda a razão no que dizes, não devemos nunca adiar aquilo que nos faz sentir bem e felizes! Devemos, sim, tentar correr atrás do que queremos enquanto temos tempo e dar valor a todas as pequenas coisas com que somos presenteados no dia-à-dia!

    És um verdadeiro girassol, sempre a lançar boas energias *

    ResponderEliminar
  2. Tens toda a razão Maria!

    Bonitas palavras :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Vania! Fico contente por teres gostado :)

      Eliminar